Conecte-se Conosco
Anuncie

Economia

Caixa paga Bolsa Família a beneficiários com NIS de final 4

O Bolsa Família também paga um acréscimo de R$ 50 a famílias com gestantes e filhos de 7 a 18 anos e outro, de R$ 150, a famílias com crianças de até 6 anos.

Publicado

em

Bolsa Família de abril: pagamento de R$ 680,90 para NIS final 3 é liberado pela Caixa

O valor mínimo corresponde a R$ 600, mas com o novo adicional o valor médio do benefício sobe para R$ 680,90. Segundo o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, neste mês o programa de transferência de renda do Governo Federal alcançará 20,89 milhões de famílias, com gasto de R$ 14,19 bilhões.

Além do benefício mínimo, há o pagamento de três adicionais. O Benefício Variável Familiar Nutriz paga seis parcelas de R$ 50 a mães de bebês de até seis meses de idade, para garantir a alimentação da criança. O Bolsa Família também paga um acréscimo de R$ 50 a famílias com gestantes e filhos de 7 a 18 anos e outro, de R$ 150, a famílias com crianças de até 6 anos.

No modelo tradicional do Bolsa Família, o pagamento ocorre nos últimos dez dias úteis de cada mês. O beneficiário poderá consultar informações sobre as datas de pagamento, o valor do benefício e a composição das parcelas no aplicativo Caixa Tem, usado para acompanhar as contas poupança digitais do banco.

A partir deste ano, os beneficiários do Bolsa Família não têm mais o desconto do Seguro Defeso. A mudança foi estabelecida pela Lei 14.601/2023, que resgatou o Programa Bolsa Família (PBF). O Seguro Defeso é pago a pessoas que sobrevivem exclusivamente da pesca artesanal e que não podem exercer a atividade durante o período da piracema (reprodução dos peixes).

Cadastro

Desde julho do ano passado, passa a valer a integração dos dados do Bolsa Família com o Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS). Com base no cruzamento de informações, cerca de 130 mil de famílias foram canceladas do programa neste mês por terem renda acima das regras estabelecidas pelo Bolsa Família. O CNIS conta com mais de 80 bilhões de registros administrativos referentes a renda, vínculos de emprego formal e benefícios previdenciários e assistenciais pagos pelo INSS.

Em compensação, outras 120 mil de famílias foram incluídas no programa neste mês. A inclusão foi possível por causa da política de busca ativa, baseada na reestruturação do Sistema Único de Assistência Social (Suas) e que se concentra nas pessoas mais vulneráveis que têm direito ao complemento de renda, mas não recebem o benefício.

Regra de proteção

Cerca de 2,68 milhões de famílias estão na regra de proteção em abril. Em vigor desde junho do ano passado, essa regra permite que famílias cujos membros consigam emprego e melhorem a renda recebam 50% do benefício a que teriam direito por até dois anos, desde que cada integrante receba o equivalente a até meio salário mínimo. Para essas famílias, o benefício médio ficou em R$ 370,87.

Auxílio Gás

O Auxílio Gás também será pago nesta segunda-feira às famílias cadastradas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com NIS final 4. O valor foi mantido em R$ 102, por causa das reduções recentes no preço do botijão.

Com duração prevista até o fim de 2026, o programa beneficia cerca de 5,8 milhões de famílias. Com a aprovação da Emenda Constitucional da Transição, no fim de 2022, o benefício foi mantido em 100% do preço médio do botijão de 13 kg.

Só pode receber o Auxílio Gás quem está incluído no CadÚnico e tenha pelo menos um membro da família que receba o Benefício de Prestação Continuada (BPC). A lei que criou o programa definiu que a mulher responsável pela família terá preferência, assim como mulheres vítimas de violência doméstica.

Da Redação
Agência Brasil
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Agro

Preço do Boi Gordo em Rondônia Inicia Semana Negociado a R$ 190,00

A arroba do boi gordo registra queda, atingindo R$ 222,05 na segunda-feira (27) em São Paulo.

Publicado

em

Preço do Boi Gordo Inicia Semana em Queda Nesta Segunda-feira em Rondônia

Na segunda-feira (27) de maio, o preço da arroba do boi gordo prossegue sua trajetória de queda, refletindo a tendência observada ao longo do mês. Em Rondônia, o valor do produto sofreu uma diminuição de 0,2%, chegando a ser negociado a R$ 190,00 o Preço Bruto.

Enquanto isso, o custo do quilo do frango congelado permanece inalterado, mantendo-se em R$ 7,02. Similarmente, o preço do frango resfriado também permanece estável, com o quilo do produto cotado a R$ 7,29. Ambos os valores são referentes às regiões da Grande São Paulo, São José do Rio Preto e Descalvado.

Por outro lado, o preço da carcaça suína apresentou um aumento de 0,4% nos atacados da Grande São Paulo, alcançando o valor de R$ 10,13 por quilo. No entanto, o suíno vivo registrou uma queda de 1,95% no valor. Em Minas Gerais, o quilo da proteína animal é comercializado à vista por R$ 7,05, enquanto no Paraná e no Rio Grande do Sul, os valores são de R$ 6,50 e R$ 6,30, respectivamente.

Essas informações são fornecidas pelo Cepea, destacando a dinâmica do mercado de carnes no Brasil.

Da Redação
Folha de Ji-Paraná
Foto: CRV

Continue Lendo

Notícias

Governo Federal anuncia auxílio financeiro de R$ 5.100 a gaúchos afetados por enchentes

Governo Lula oferece auxílio financeiro de R$ 5.100 via PIX a famílias gaúchas que perderam bens nas enchentes, beneficiando até 200 mil famílias.

Publicado

em

Lula anuncia auxílio financeiro de R$ 5.100 para famílias afetadas por enchentes no RS

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) revelou nesta quarta-feira, 15 de maio, em São Leopoldo, Rio Grande do Sul, um conjunto de medidas de apoio para as famílias que sofreram com as enchentes no estado. Uma das principais ações é a concessão de um auxílio financeiro no valor de R$ 5,1 mil por família que perdeu móveis e eletrodomésticos devido às fortes chuvas.

Governo Lula oferece auxílio financeiro a famílias gaúchas afetadas por enchentes

Rui Costa, da Casa Civil, explicou que o auxílio será disponibilizado via PIX para as famílias que tiveram seus bens destruídos. “Estamos aqui para anunciar outras medidas. Essas, voltadas ao cidadão, à pessoa física […] Para as pessoas que perderam sua geladeira, seu fogão, sua televisão, seus móveis, seu colchão. Uma ajuda para essas pessoas. Será atestado pela Defesa Civil de cada município aquela poligonal, aquelas ruas onde as pessoas perderam seus objetos,” disse ele.

A previsão é de que cerca de 200 mil famílias sejam beneficiadas por essa medida, com um custo estimado de R$ 1,2 bilhão, que pode aumentar conforme o período chuvoso continua. A transferência do auxílio será feita rapidamente e de forma simplificada através da Caixa Econômica, utilizando o aplicativo e a autodeclaração dos beneficiários.

“Todas as pessoas que perderam seus objetos terão de forma rápida, facilitada, via Caixa Econômica, a transferência nas suas contas, via PIX, de R$ 5,1 mil,” acrescentou Rui Costa. “A comprovação se dará apenas pelo endereço que a pessoa mora. Quem perdeu todos os documentos vai lá, diz seu CPF. Vai ser via aplicativo da Caixa, com a autodeclaração das pessoas. E esse endereço, evidente, será checado.”

Além do auxílio financeiro, Lula mencionou a intenção de incluir mais famílias em situação de vulnerabilidade no programa Bolsa Família. O anúncio contou com a presença do governador Eduardo Leite e de vários ministros, como Rui Costa (Casa Civil), Fernando Haddad (Fazenda), Nísia Trindade (Saúde), Paulo Pimenta (Secretaria de Comunicação), Marina Silva (Meio Ambiente e Mudança do Clima), Waldez Góes (Desenvolvimento Regional do Brasil), Esther Dweck (Gestão e Inovação em Serviços Públicos), e José Múcio (Defesa). Também esteve presente o presidente do STF, Luis Roberto Barroso.

Governo Federal – Brasil
Acompanhe as últimas de Rondônia
Acompanhe as últimas de Ji-Paraná

Da Redação
Folha de Ji-Paraná
Foto: Reprodução/Internet

Continue Lendo

Trânsito

Beneficiários do INSS começam a receber o 13º a partir de quarta-feira

O valor antecipado corresponde a 50% do total do abono anual e sobre a primeira parcela não incide desconto de Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF). Nos casos em que é possível a cobrança, o imposto será descontado somente na segunda parcela do 13º.

Publicado

em

beneficiarios-do-inss-comecam-a-receber-o-13o-a-partir-de-quarta-feira

Os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começam a receber a primeira metade da parcela do 13º salário, a partir desta quarta-feira (24). Em geral, a primeira parcela do abono anual, também conhecido como 13º dos beneficiários da Previdência Social, ocorre em agosto de cada ano.

No mês passado, o governo federal determinou a antecipação do pagamento das duas parcelas do 13º salário a 33,6 milhões de beneficiários. De acordo com dados da folha de pagamentos, o volume de recursos só com a primeira parcela do benefício injetará R$ 33,68 bilhões na economia brasileira.

O valor antecipado corresponde a 50% do total do abono anual e sobre a primeira parcela não incide desconto de Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF). Nos casos em que é possível a cobrança, o imposto será descontado somente na segunda parcela do 13º.

Calendário

O calendário de pagamentos leva em conta o número final do cartão de benefício, sem considerar o último dígito verificador, que aparece depois do traço, também chamado de Número de Identificação Social (NIS).

O dinheiro será depositado junto com o benefício referente ao mês de abril, pago entre 24 de abril e 8 de maio. Os segurados com benefício com dígito final 1 e que ganham até um salário mínimo vigente (R$1.412) serão os primeiros a receber e, assim, por dia diante. A segunda parcela do 13º salário do INSS de 2024 será paga com os benefícios regulares de maio, creditado entre o fim de maio e o início de junho.

O calendário de pagamentos completo do INSS pode ser acompanhado no link calendário 2024.

Quem tem direito

Recebem o abono os segurados e pensionistas da Previdência Social que durante o ano de 2024 tenham recebido aposentadoria, auxílio por incapacidade temporária, auxílio-acidente, pensão por morte ou auxílio-reclusão.

O 13º é devido a aposentados, pensionistas, além de pessoas que receberem, ao longo de 2024, benefícios temporários, como auxílio por incapacidade temporária e auxílio-reclusão. Nesses casos temporários, o valor é proporcional ao tempo de recebimento do benefício.

Quem recebe salário-maternidade também tem direito ao 13º proporcional. Porém, ele é pago junto com a última parcela do salário-maternidade e, por isso, a pessoa não recebe o valor extra junto com os demais beneficiários, agora.

O décimo terceiro não é pago a quem recebe o Benefício de Prestação Continuada (BPC). Os idosos e as pessoa com deficiência com BPC não têm direito a essa parcela adicional.

Como consultar

Os segurados podem consultar o número do cartão do benefício no site e pelo aplicativo Meu INSS, disponível para smartphones com sistemas Android e iOS. Nos dois casos, é necessário fazer login e senha no portal Gov.br.

Para acessar todos os detalhes sobre o pagamento do benefício, basta clicar no serviço “Extrato de pagamento”.

Outra forma é pela central telefônica 135, que funciona de segunda à sábado, das 7h às 22h.

Da Redação
Agência Brasil
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Publicidade
Continue Lendo
Publicidade
Publicidade

Política

Tendência